Como atrair mais consumidores para o seu negócio

Se você ainda não trabalha com uma agência de marketing, ainda é possível ter um resultado efetivo para atrair clientes para seu negócio usando diversas estratégias que podem ajudá-lo. Mas você tem que escolher o melhor que alinhe os objetivos deles com os seus.

Vamos dar uma olhada em alguns.

Marketing de conteúdo

O quê

O marketing de conteúdo é uma técnica de marketing que exige que o profissional de marketing forneça um conteúdo valioso ao público em cada estágio de uma compra. O conteúdo não visa promoção, mas sim estimular o interesse e responder às dúvidas do cliente.

Objetivo

O cliente tem muitas perguntas sobre a oferta que deseja comprar. Com o advento da internet, eles tendem a saciar sua necessidade de informações consumindo conteúdo em todas as fases da compra. O marketing de conteúdo visa criar conteúdo para cada etapa para desenvolver a imagem da marca e fomentar a lealdade.

Como

Você entende a intenção do público em cada estágio e tenta saciar sua necessidade de informações desenvolvendo conteúdo que eles possam consumir. Por exemplo, antes de comprar um smartphone, um cliente médio começa sua jornada com uma pesquisa no Google com as palavras-chave “Smartphones com menos de $ $ $”, “Melhores smartphones com câmera”, “Smartphone de melhor desempenho”, “O que procurar antes de comprar um smartphone”, etc.

Como um profissional de marketing de conteúdo, você pode direcionar essas palavras-chave e escrever posts em blogs ou criar vídeos para ajudá-los a saciar suas necessidades e construir a imagem de sua marca. Da mesma forma, você também pode repetir o exercício para o seguinte requisito relacionado às informações.

Motivo

Responder às perguntas do cliente aumenta sua confiança na marca e dá ao profissional de marketing autoridade para impulsionar as vendas. Essa estratégia de aquisição ajuda a construir uma imagem de marca durante os estágios iniciais do funil, da qual o cliente se lembra durante os estágios posteriores – quando ele faz a compra.

Exemplo

Para se destacar e construir seu nome, é perceptivel que os clientes queiram mais do que apenas ferramentas de marketing. Eles querem aprender mais sobre marketing antes de usar essas ferramentas. Conseqüentemente, a empresa iniciou o marketing de conteúdo, em que blogava sobre os fundamentos do marketing em seu blog. Isso ajudou a empresa a obter liderança inovadora, construir uma marca e obter cerca de 6 milhões de tráfego por mês em seu site. A empresa ainda usa ímãs de lead e marketing por e-mail para converter esses clientes em potencial em clientes pagantes.

Marketing de mídia social

O quê

O marketing de mídia social usa plataformas de mídia social para interagir e se envolver com clientes em potencial em seus canais de mídia social preferidos.

Objetivo

O marketing de mídia social visa explorar todas as plataformas em que seu público-alvo está presente. Você pode segmentá-los organicamente, capitalizando as tendências e se envolvendo com elas ou usando anúncios pagos que se alinham com as estratégias de funis de seu comprador.

A melhor estratégia de interação é através dos stories instagram, com caixinhas de perguntas, divulgação de conteúdo já postado e esclarecimento de dúvidas de forma mais detalhada com vídeos!

Como

SMM envolve dois tipos de esforços – marketing orgânico e pago. ‘

O marketing orgânico de mídia social envolve a marca para ser tão ativa nas redes sociais quanto seus clientes. Envolve o desenvolvimento de conteúdo relevante e envolvente. Requer que você siga as tendências e atenda às expectativas do cliente em termos de conteúdo, de modo que pare, observe e compartilhe seus esforços com outras pessoas. Normalmente, o marketing de mídia social orgânico é usado mais nos estágios iniciais do funil do comprador – para construir o conhecimento e a imagem da marca.

Por outro lado, o marketing de mídia social paga é mais voltado para a ação. Exige que você atinja públicos específicos com base em sua personalidade, interesses e objetivos. Você usa SMM pago para segmentar usuários com base em cada estágio de seu funil de compra. Estágios diferentes requerem criativos e cópias diferentes. Suponha que você venda um SAAS de equipe remota. Sua cópia e criação para chefes que não conhecem esse software diferiria da cópia e criação de anúncios de marketing de mídia social para pessoas que já estão procurando comprar esse software.

Motivo

As plataformas de mídia social são onde seus clientes passam a maior parte do tempo. Você precisa ter certeza de deixar sua marca neste domínio e usar este domínio como um canal para cumprir suas metas de marketing e vendas. Essas plataformas são ótimas para interagir e se envolver com seus clientes e construir imagem e fidelidade. Boas estratégias podem até ajudá-lo a aproveitar as vantagens do marketing de referência e do marketing boca a boca.

Exemplo

o #ShotOnIphone da Apple é um dos melhores exemplos de marketing de mídia social que não apenas ajudou a empresa a ganhar conhecimento da marca, mas também a conquistou mais clientes. A campanha girou em torno da exibição de fotos tiradas em iPhones para provar que as pessoas não precisam de outras câmeras para tirar fotos ou vídeos, desde que tenham seus iPhones.

A empresa incentivou seus clientes a exibirem suas fotos e vídeos usando a hashtag #ShotOnIphone, o que fez outros usuários que não usam o iPhone sentirem a necessidade de adquirir um para fazer parte do “trend”. Essa estratégia, por sua vez, resultou não apenas em exposição da marca, mas também em mais vendas.

A questão a ser ponderada é que essa estratégia de marketing não se limitou apenas a postagens orgânicas. A empresa até criou anúncios a partir dos vídeos enviados por usuários e os direcionou para usuários que não eram do iPhone em plataformas de mídia social.

Marketing de Busca

O quê

Marketing de pesquisa é uma estratégia de marketing usada para direcionar o tráfego de visitantes para sites de marcas por meio de páginas de resultados de mecanismos de pesquisa (SERP).

Objetivo

A maior parte da jornada online de seus clientes começa com os mecanismos de pesquisa. O marketing de busca ajuda você a adquirir clientes em potencial, leads e até mesmo clientes pagantes, capitalizando suas intenções de busca organicamente ou usando anúncios pagos.

Como

Assim como o marketing de mídia social, o marketing de busca envolve o uso de estratégias orgânicas e pagas. O marketing de pesquisa orgânica é conhecido como otimização de mecanismo de pesquisa e o marketing de pesquisa paga é o marketing de mecanismo de pesquisa.

A otimização do mecanismo de pesquisa ou SEO é usada para melhorar a visibilidade da pesquisa orgânica para as palavras-chave que você almeja. Assim como o marketing de conteúdo, você direciona as palavras-chave que o cliente procura durante a jornada do comprador e desenvolve conteúdo para saciar suas necessidades. Esse conteúdo pode ser orientado a informações, navegação ou transações.

Por exemplo, suponha que você venda máquinas de lavar. Nesse caso, você pode desenvolver conteúdo que se concentre na palavra-chave “o que procurar ao comprar uma máquina de lavar” ou “máquina de lavar Samsung vs. máquina de lavar da ‘sua empresa’” ou “compre a máquina de lavar da ‘sua empresa’ online”. No entanto, SEO não é um projeto de um cronômetro.

É uma atividade recorrente que requer que você otimize seu conteúdo na página, fora da página e até mesmo otimize sua página tecnicamente para convencer os mecanismos de pesquisa de que seu conteúdo é mais adequado para estar no topo. Aqui está um guia que escrevemos sobre como você pode usar o SEO para obter os melhores resultados.

O marketing do mecanismo de pesquisa ou SEM exige que você pague para que os anúncios apareçam como resultados de pesquisa no topo da página de resultados do mecanismo de pesquisa (SERP). Por meio do SEM, você direciona palavras-chave selecionadas que o usuário pesquisa ao longo de sua jornada de compra.

Além disso, você também desenvolve páginas de destino para esses anúncios, pois os usuários têm diferentes intenções em diferentes estágios do funil de compra. SEM é semelhante ao SEO, mas você paga o mecanismo de pesquisa para classificá-lo no topo.

Motivo

Maior visibilidade de pesquisa enquanto o cliente navega na Internet ajuda você a atingir um público específico com base em suas intenções. Você pode se conectar diretamente com o público e manter a autenticidade.

Quais os benefícios de investir na Carteira Administrada

Normalmente, investidores que tem um grande patrimônio acumulado gostam da carteira administrada.  Basicamente, utilizar esse serviço consiste em deixar uma pessoa ou uma equipe especializada administrar os seus investimentos. É uma excelente opção para quem não tem tempo para investir.

Esse tipo de investimento possui vantagens e desvantagens. Ao longo deste texto, você entenderá melhor como a carteira administrada funciona.

Desvantagens do Investimento

A maior desvantagem da carteira administrada é o seu custo. A equipe que administra aquele investimento sempre cobra uma taxa que varia entre 0,5% e 2% dos lucros. Ou seja, esse investimento só é interessante para quem já possui um patrimônio valioso e pretende delegar seus investimentos para uma equipe profissional.

Para quem pretende vender ou comprar investimentos por conta própria, a carteira administrada também não é a melhor opção. Normalmente, o gestor que administra a carteira acredita que cada aplicação possui uma função única. Mudar isso de forma aleatória pode prejudicar a administração da carteira e, por consequência, reduzir os gastos dos clientes.

Benefícios da carteira administrada

Contratar uma carteira administrada pode oferecer muitas vantagens para o cliente. Conheça algumas delas:

  • Investimentos personalizados de acordo com o perfil de cada investidor;
  • Como a equipe é paga exclusivamente pelo investidor, não haverá conflito de interesses;
  • Terceirização das tarefas de investimento para o líder da equipe;
  • Aplicação mais prática dos recursos;
  • Imparcialidade e transparência nos serviços.

Processos da Carteira Administrada

Elaborar uma carteira administrada envolve a criação de uma política de investimentos. É por meio dessa política que serão definidas as diretrizes daquela carteira.

Ao definir sua política de investimentos, o investidor define qual é o nível de aceitação dele com relação às situações voláteis e de alto risco. Além disso, ele também pode definir qual é a porcentagem de alocações segundo cada classe de ativos.

Por exemplo, o dono da carteira pode definir que 20% dela seja direcionada para ações. Nesta situação, a equipe contratada deve se adequar àquele pedido.

É importante deixar claro que a carteira administrada segue as regras da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Ou seja, para trabalhar com essa carteira, a pessoa deve pedir uma autorização para CVM.

Ademais, todas as empresas que trabalham com esse tipo de serviço precisam estar vinculadas com a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA).

O objetivo desse vínculo é garantir maior segurança ao investidor que utilizar esse tipo de serviço. A última exigência para quem administra carteiras é o Certificado de Gestores ANBIMA (CGA). Essa é uma das certificações mais importantes do setor financeiro.

Investimentos Semelhantes

Há uma confusão bastante rotineira entre o investimento em carteira administrada e os fundos de investimento comuns. No caso dos fundos de investimento, a aplicação é feita por meio de um condomínio coletivo de cotas. Muitos investidores possuem o domínio dessas cotas.

Nos fundos de investimento comum, o recurso do investidor também é gerenciado por um especialista em investimentos. Contudo, a carteira administrada apresenta um diferencial: o trabalho dela é direcionado apenas para um único investidor.

Com isso, o investimento se torna muito mais personalizado. A carteira administrada traz uma aproximação muito maior entre o investidor e a pessoa que está cuidando do investimento.

Qual o código do Itaú?

O Itaú é uma das instituições financeiras que mais conhecida e renomada do país e cada agência do banco Itaú, faz milhares de transações por dia. De fato, essas agências necessitam do uso do código banco Itaú, mas você sabe para que esse código serve? Nesse texto, vamos explicar o porque desse código e o motivo dele ser usado nas transações, para que você entenda melhor. 

O fato de você saber o porque desses números, não é apenas para você ter em mente na hora de fazer uma transação, mas também para entender como essa numeração funciona. O uso incorreto dela, pode acarretar diversos problemas, um deles é fazer com que você não consiga transferir algum valor para a sua conta. 

Quando você faz um DOC ou TED é preciso saber qual é o código da agência Banco Itaú e os dados da pessoa que deseja fazer a transferência. Esse número é um dos mais importantes, pois sem ele, você não consegue efetuar essa transação, ainda mais se for de outro banco para a agência Banco Itaú.

Esse número serve exatamente para identificar na hora da transação, para onde você está transferindo o dinheiro. Quando o código da agência Banco Itaú é inserido de forma incorreta, bem como o número da agência e conta do destinatário, o dinheiro retorna a sua conta e o seu pagamento não será computado na data correta. De fato, pode acarretar muitos problemas.

A facilidade que é adicionada a rotina de pagamentos que podem ser realizados por meio de transferência, é essencial para a vida de muitas pessoas. Portanto, é muito importante que você saiba os números corretos das contas. Isso faz com que ocorra tudo de forma correta nas transações e as necessidades de pagamentos e recebimentos podem seguir com facilidade.

Dessa forma, espero que conseguimos fazer você entender a importância do uso correto desse código da agência Banco Itaú, conhecendo bem as transações e seus números de identificação, além dos documentos da pessoa que deseja fazer as transferências, tudo fica mais fácil. Isso faz com que você mantenha a integridade nas transações e sua credibilidade no mercado não caia. 

É sempre bom você conferir todos os dados na hora de executar uma transação. Mexer com dinheiro é muito importante e como dissemos acima, apenas um número incorreto, pode fazer com que atrase todo o seu cronograma ao fazer o dinheiro voltar para a sua conta.

O que significa código do banco

O código banco é um número de identificação das instituições financeiras. Esse código é indispensável no momento de realizar qualquer transação financeira. As mais comuns de nos lembrarmos que o banco possui um código é quando vamos realizar o DOC ou o TED. 

Como utilizar o código banco?

Quando você for realizar uma transferência entre contas diferentes você irá precisar utilizar o código banco. Para isso, no momento que você estiver realizando, você precisa informar o código banco, assim a instituição irá identificar para qual banco você deseja transferir. A utilização do código banco se assemelha muito a identificação da agência e da conta corrente ou poupança.

Principais código banco do Brasil


654 Banco A.J.Renner S.A.

246 Banco ABC Brasil S.A.

025 Banco Alfa S.A.

641 Banco Alvorada S.A.

213 Banco Arbi S.A.

019 Banco Azteca do Brasil S.A.

029 Banco Banerj S.A.

000 Banco Bankpar S.A.

740 Banco Barclays S.A.

107 Banco BBM S.A.

031 Banco Beg S.A.

739 Banco BGN S.A.

096 Banco BM&F de Serviços de Liquidação e Custódia S.A

318 Banco BMG S.A.

752 Banco BNP Paribas Brasil S.A.

248 Banco Boavista Interatlântico S.A.

218 Banco Bonsucesso S.A.

065 Banco Bracce S.A.

036 Banco Bradesco BBI S.A.

204 Banco Bradesco Cartões S.A.

394 Banco Bradesco Financiamentos S.A.

237 Banco Bradesco S.A.

040 Banco Cargill S.A.

745 Banco Citibank S.A. M08 Banco Citicard S.A.

241 Banco Clássico S.A.

M19 Banco CNH Capital S.A.

004 Banco do Nordeste do Brasil S.A.

233 Banco GE Capital S.A.

653 Banco Indusval S.A.

630 Banco Intercap S.A.

077-9 Banco Intermedium S.A.

249 Banco Investcred Unibanco S.A.

M09 Banco Itaucred Financiamentos S.A.

184 Banco Itaú BBA S.A.

479 Banco ItaúBank S.A

376 Banco J. P. Morgan S.A.

M13 Banco Tricury S.A.

104 Caixa Econômica Federal

477 Citibank N.A.

399 HSBC Bank Brasil S.A. – Banco Múltiplo

168 HSBC Finance (Brasil) S.A. – Banco Múltiplo

652 Itaú Unibanco Holding S.A.

341 Itaú Unibanco S.A.

Empréstimo com nome sujo: Entenda

Organizar as finanças pessoais é uma tarefa bastante complicada. Conseguir equilibrar as despesas do mês com o dinheiro disponível por vezes se torna inviável. Desse modo, com os problemas encontrados no mercado de trabalho, junto com o acúmulo de contas, muitas pessoas acabam ficando com um endividamento considerável.

No entanto, há alternativas viáveis para que você consiga reverter esta situação. Para aqueles que não têm condições de pagar as dívidas, o empréstimo pessoal tem se tornado a principal ferramenta.

Portanto, em uma tomada de empréstimo pessoal, o cliente tem a oportunidade de quitar suas dívidas de uma vez só. Além disso, conforme a situação das dívidas em aberto e as condições do empréstimo, é possível renegociar os valores.

Entretanto, para aqueles que estão com o nome sujo, as condições do empréstimo pessoal sofre alterações. Desse modo, confira logo abaixo algumas questões que envolvem o empréstimo pessoal para quem está negativado.

Empréstimo pessoal para negativados possui juros mais elevados

Com o passar dos anos as instituições financeiras foram apresentando para o seu público novas formas de crédito. Dessa forma, ampliou-se as possibilidades de tomada de crédito por mais pessoas.

No entanto, há variações de preço entre estas linhas de crédito. O mais tradicional de todos, o empréstimo pessoal, possui taxas mais acessíveis em relação ao mercado. Porém, é preciso estar com o nome sem restrições em órgãos de proteção ao crédito.

Entretanto para os clientes que desejam realizar um empréstimo pessoal e possuem o nome sujo, ainda é possível contar com o serviço. Mas as condições de pagamento, como taxa de juros, cresce significativamente.

Empréstimo pessoal realizado de forma online

Como foi citado anteriormente, as instituições financeiras vêm ampliando seus espaços de atuação. Dessa forma, uma das ferramentas mais utilizadas para essa ampliação é a internet.

Portanto, para aqueles que desejam realizar um empréstimo pessoal, é possível realizar a solicitação através do site ou aplicativo do banco. No entanto, é preciso estar atento aos cuidados com a segurança da operação.

3 tipos de empréstimo pessoal e qual o mais vantajoso

Muitos são os motivos que fazem alguém solicitar um empréstimo pessoal. Alguns deles pode ser compra por impulso ou emergencial, imprevisto, expansão de um negócio ou até mesmo desemprego. Para facilitar, existem uma porção de tipos de empréstimo pessoal.

Com tantas opções, muitos tem dúvidas de qual o melhor tipo de empréstimo pessoal. Por isso, listamos neste artigo algumas modalidades de empréstimo pessoal que existem no mercado. Ademais, você conhecerá os benefícios e desvantagens de cada.

1.  Empréstimo pessoal online

Esse é um dos tipos de empréstimo pessoal mais comuns. Para solicitar, é só buscar na internet pelo banco ou instituição financeira que te interessar.

A partir daí, você irá passar por uma análise de crédito e se for aprovado, receberá o seu dinheiro na sua conta bancária.

A grande vantagem é a velocidade no momento da contratação. Além disso, esse crédito é disponibilizado para muitas pessoas, exceto aquelas que tem o nome sujo na praça.

A desvantagem são os juros, que podem ser mais altos que os outros tipos de empréstimo online.

2.  Cartão de crédito

O rotativo do cartão de crédito é outro tipo de empréstimo pessoal, que acontece quando você não paga o valor total da sua fatura de cartão de crédito. No entanto, esse valor que não é pago vem com juros no mês seguinte e você terá que pagar o valor total.

3.  Empréstimo por penhor

O empréstimo por penhor é quando você deixa um bem seu, que pode ser seu carro, sua casa ou jóias, ao solicitar o empréstimo pessoal.

Esses trâmites são realizados através da Caixa Econômica Federal e o pagamento deve ser feito na data certa. A vantagem é que pessoas com nome sujo podem fazer o empréstimo. Já a desvantagem é que as tarifas e os juros são altíssimos.

Três dicas para abrir uma conta corrente online

As instituições financeiras oferecem diversas modalidades de conta corrente, e entre essas modalidades a que tem se destacado é a conta corrente online.

A conta corrente online em sua maioria oferece pacotes com isenção total de taxas de manutenção e em alguns bancos é possível até adquirir um cartão de crédito sem anuidade através dessa conta. Nas contas correntes online costuma ser isento também as taxas cobradas por transferências para contas de outra origem sendo uma excelente opção para quem realiza muitos DOCs/TEDs durante o mês.

Mesmo com tantas vantagens antes de abrir conta corrente online avalie seu perfil de uso da conta, pois ela também apresenta algumas limitações como saques dependendo do banco de origem apenas em Bancos 24h e em um número limitado, o atendimento para quem tem esse tipo de conta também costuma ser totalmente online sendo importante estar familiarizado com esse meio.

Mas para que vê as inúmeras vantagens que essa modalidade oferece e deseja abrir conta corrente online, vamos dar algumas dicas para te auxiliar nesse processo.

  1. Pesquise as opções de bancos que oferecem essa modalidade de conta, muitos são bancos virtuais mais alguns bancos físicos já oferecem também essa modalidade para seus clientes. Mas lembre-se todo o processo de abrir conta corrente online mesmo que seja em um banco de origem que possui agências físicas é feito online. A grande vantagem dos bancos físicos que oferecem também a opção de conta online é a possibilidade de realizar saques em suas agências e terminais.
  2. Baixe o aplicativo do banco desejado em seu celular e se familiarize-se com ele, é por ele que irá abrir conta corrente online e movimenta–lá. Quando baixar o aplicativo já tenha seus documentos pessoais em mãos e siga o passo a passo para abrir sua conta.
  3. Durante o processo de abrir conta corrente online avalie as opções disponíveis e suas necessidades, algumas contas te darão direito de usar apenas o cartão de débito e outras o de crédito também. Fique atento as taxas cobradas para uso do cartão de crédito, nem todos os bancos virtuais oferecem cartão de crédito isento de anuidade.

Conta corrente: 2 dicas para conseguir taxas mais baixas na conta corrente

Pacotes bancários com tarifas altas, quem nunca foi induzido a adquiri-los? A princípio essas tarifas parecem baixas, porém, quando são somadas no final dos doze meses do ano, resulta em uma quantia considerável. Os gerentes dos bancos tradicionais são beneficiados com premiações e comissões a venderes contas com essas tarifas, por esse motivo, muitos deles dizem que as tarifas são obrigatórias e serão debitadas automaticamente todo mês na sua conta bancária. Porém, o que a maioria das pessoas não sabem é que ao utilizar alguns serviços bancários, como a movimentação da conta, essas taxas podem sair de graça e você não é obrigado a realizar o pagamento.

O Banco Central exige que todos os bancos devem oferecer aos seus correntistas os serviços essenciais para movimentação da conta de forma gratuita. Esses serviços são os depósitos, transferências bancárias e consultas de saldo na tela.

2 Dicas para conseguir taxas mais baixas ao abrir conta corrente

Se você está pensando em abrir conta corrente, nós separamos duas dicas, que são duas modalidades, que não cobram taxas mensais. Veja abaixo quais são:

Conta Salário

Ao abrir conta corrente salário, você consegue receber os proventos da empresa todo mês. Essa modalidade de conta é bem limitada, porém é gratuita. Nessa conta você consegue receber o salário e fazer poucas transações. Ela não conta com o serviço de internet banking e nem cartão de débito, os saques são limitados.

Para conseguir abrir conta corrente salário, você precisa de uma carta de recomendação da empresa que você trabalha e leva-la até o banco.

Bancos digitais

Atualmente, essa modalidade vem crescendo cada vez mais. Os bancos digitais disponibilizam contas correntes isentas de taxas com todos os serviços básicos. Além disso, possuem aplicativos para você fazer toda a gestão de sua conta.

Simulação de Empréstimo: Como fazer simulação de empréstimo

Fazer uma simulação de empréstimo nunca foi tão fácil. A possibilidade de simular, comparar e finalizar seu empréstimo online trouxe mais agilidade a um processo que antes exigia muito do consumidor. Hoje em dia você pode fazer uma simulação de empréstimo da sua casa, do seu sofá, com a calculadora do lado para fazer todas as contas necessárias antes de escolher sua opção final.

A primeira etapa para fazer uma simulação de empréstimo é pesquisar por bancos e instituições financeiras reconhecidas no mercado. Avalie se há opções de contato no site e pesquise também a reputação de cada uma no Reclame Aqui. Após fazer uma lista com as principais, é hora de começar a simulação empréstimo.

Em todas as instituições, sejam elas financeiras ou bancos, haverá a necessidade de preencher um cadastro completo, com nome, CPF, endereço, banco e até conta. Isso é normal e deve ser feito antes de iniciar a cotação, pois é justamente ao Consultar seu CPF que as instituições calculam as taxas de juros do seu empréstimo.

É com base no seu score que as instituições avaliam qual o grau de risco de inadimplência em uma possível negociação de empréstimo com você. Se você estiver com o nome sujo, algumas delas nem aceitarão conceder o empréstimo.

Após preencher todas as informações necessárias, inclusive o valor total de empréstimo e em quantas parcelas você pretende pagar, você irá avaliar as propostas da simulação de empréstimo.

Preste atenção nas taxas e calcule o valor final do empréstimo de cada instituição onde você simulou. Só assim estará seguro para escolher a opção de empréstimo mais vantajosa para você.

Vale a pena lembrar que nenhuma instituição pode pedir qualquer tipo de valor a ser pago antecipadamente. Isso é fraude. O valor pago será somente a primeira parcela que será paga no dia combinado.

Máquina de cartão: 2 dicas para decidir qual máquina escolher

Os hábitos de compra dos consumidores vêm mudando nos últimos anos, principalmente quanto aos meios de pagamento. Não é difícil notar que cada vez menos pessoas andam com dinheiro. 

Em contrapartida, cada vez mais consumidores aderiram aos famosos e modernos cartões de crédito. Mais prático e mais seguro que andar com dinheiro, o cartão vem ganhando cada dia mais mercado. 

Para quem vende, aceitar cartão de crédito deixou de ser um benefício oferecido aos consumidores. Mas sim, quase uma obrigação. Afinal de contas, se negar a aceitar cartão de crédito tem como consequência a perda de muitas vendas.

Com essa variedade crescente de empresas que oferecem máquina de cartão, como escolher a melhor para o seu negócio? Conheça 3 dicas para decidir qual máquina escolher.

Máquina com ou sem aluguel

Um dos maiores desafios de quem está contratando uma maquininha pela primeira vez é escolher entre comprar ou alugar. Comprar uma máquina pode ser um grande investimento inicial, mas alugar, quer dizer uma despesa mensal.

A maneira mais fácil para se decidir entre uma ou outra é saber qual tamanho da sua empresa. 

Empresas menores que precisem de apenas uma máquina, ou com um baixo volume de vendas, devem optar por uma máquina sem aluguel. Isso porque o aluguel, nesse caso consumiria grande parte do valor a ser recebido no fechamento.

Já para estabelecimento maiores, ou que precisem de muitas maquininhas, como deliverys, o mais comum é que aluguel compense. Isso se deve ao fato de que, comprar uma máquina demanda investimento inicial. No caso de seu estabelecimento precisa de muitas máquinas, pode se tornar inviável comprar todas de uma só vez.

Menores tarifas

Essa dica pode parecer óbvia, mas é fundamental você entender as tarifas que a empresa de cartões cobra. É comum que os usuários de maquininhas levem em conta apenas as tarifas cobradas por compra, no entanto, existem outros serviços que são cobrados.

Taxa de adiantamento, taxa de transferência são exemplos de tarifas extras que são essenciais a serem consideradas. Para fugir de armadilhas, antes de contratar alguma máquina de cartão de crédito, busque se informar de todos os detalhes. Ótimas vendas!